Segunda-feira, 16 de Abril de 2007

Posto Fronteiriço de Vila Verde da Raia, 1956.

 

Até 1999, data da supressão das fronteiras dos países da União Europeia, este local,  era  um (1) das dezenas (?) de postos fronteiriços que havia entre Portugal e Espanha, hoje continua a passar-se por aqui, mas sem qualquer controlo, mas nem sempre foi assim. Ainda hoje se contam bastantes histórias passadas aqui bem perto, ou seja, pela "porta do cavalo", desde contrabandistas, refugiados políticos, emigrantes clandestinos... etc, havia tambem o delito menor, que consistia em ir passar a tarde ao Açude e dar um "saltinho" a Fezes de Abajo  em fato de banho, e regressar com umas "Lois" vestidas.

Foto gentilmente cedida por Domingos Pires.

publicado por hpserra às 18:45
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Fer.Ribeiro a 17 de Abril de 2007 às 01:43
Caros colegas Beto e Domingos, isto é mesmo a fronteira de Vila Verde da Raia!? Parecida é, mas tenho algumas dúvidas. O local merece uma visita.


De hpserra a 17 de Abril de 2007 às 10:24
Não será aquele sítio aonde existia um risco amarelo-"terra-de-ninguem"-? E esta curva que se vê para direita, não será logo á entrada de Fezes? Tenho muito boa memória, mas neste caso, não tenho a certeza, por isso, nada como uma visita ao local, deixo isso convosco, ok?


De hpserra a 17 de Abril de 2007 às 10:30
A Ribeira que se vê na imagem, não será aquela que vai desaguar ao Tâmega em pleno Açude?


De pizarro Bravo a 17 de Abril de 2007 às 12:06
É realmente a fronteira de Vila Verde da Raia há muitos anos já. Entretanto cresceram as árvores, foram construidos os edifícios das autoridades fronteiriças do lado de cá e de lá. Desses, dos antigos, pode ver-se, à esquerda, uma casota onde os carabineiros se abrigavam e de onde exerciam a fiscalização. Do lado de Portugal a Alfândega situava-se em Vila Verde da Raia, num razoável edifício onde posteriormente funcionou a escola e julgo que a Junta de Freguesia. Mais tarde, década de 50/60, do lado português edificaram-se as intalações fronteiriças (G.Fiscal, Alfândega e D.G.S.) no local onde agora ainda de podem ver, abandonadas, mas parece que já na posse de particular que as arrematou. A edificação das instalações para a Alfêndega e Guardia Civil, do lado de Feces, foram feitas depois das nossas, mas sem a mesma grandeza. Do lado português, além das instalações para o desempenho dos serviços, existiam outras para residência dos chefes e funcionários desses serviços. Na Guarda Fiscal essas residências eram beneficiadas com obras de beneficiação, pelo menos de cinco em cinco anos.
Desculpem se me alonguei mas faço-o pelos mais novos que poderão desconhecer estas coisas!


De dmpires a 17 de Abril de 2007 às 21:29
Suponho que já ninguém tem dúvidas que a foto é da fronteira. Quanto à data em que foi tirada também já tive a confirmação de que foi mesmo em 1956.
Domingos


De EduardoSantosCarneiro a 17 de Abril de 2007 às 21:48
Imagens antigas fantásticas.
Parabéns pelo "blog".
Eduardo Santos Carneiro
Famalicão


De qb a 18 de Abril de 2007 às 09:20
Há outro pormenor interessante e que contribui para esclarecer o local: a placa da paragem da "camioneta da carreira".
Se bem se recordam os meus conterrâneos, havia 2 empresas de camionagem a operar em Chaves: a VAM( Viação Auto Motora) de Braga e mais tarde a ainda existente AVT (Auto Viação do Tâmega)
Ora, ainda recordo de ser a VAM a fazer esta carreira para a Fronteira, a qual(VAM) após o 25 de Abril passou para a RN, ficando a AVT a assegurar este trajecto.


Comentar post

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.Lumbudus

blog-logo

.posts recentes

. De “Almanaque de Chaves” ...

. A 2.ª publicação do “Alma...

. O Almanaque de “O Comérci...

. O Almanaque de Chaves, de...

. Tratado de Limites de Lis...

. Tratado de Limites de Lis...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Alberto Alves

.arquivos

. Novembro 2017

. Maio 2017

. Abril 2016

. Janeiro 2016

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.Links

.Crative Commons

Creative Commons License
Este Blogue e o seu conteúdo estão licenciados sob uma Licença Creative Commons.

.olhares desde 29-01-07

.Olhares on-line

online

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds