Domingo, 6 de Julho de 2008

Dr. Mário Gonçalves Carneiro, o "Homem da Termas", 1917-2008.

 

 

Estas fotografias são de 1970, aquando da visita do Presidente da República,  Almirante Américo Tomás, a visita do Chefe de Estado, foi aproveitada para, entre outras coisas,  inaugurar os actuais Balneários das Termas, que terá sido certamente, um dos momentos mais maracantes e felizes da vida e carreira do Dr. Mário Gonçalves Carneiro, ou não fosse o "Homem das termas".

publicado por hpserra às 08:01
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De HELDER VENTURA a 13 de Julho de 2008 às 02:28
Como sempre recebo à Sexta Feira o meu Jornal Voz de Chaves, soube que o Sr Dr Mário Carneiro faleceu. Como flaviense que sou e desde miúdo vizinho do SR Dr Mário Carneiro Dr Carneirinho como os miúdos o conheciam) sempre fui seu admirador era muito amigo de crianças e metia-se sempre com a malta. Muitos anos mais tarde, pretendia eu fazer Termas. Sem me identificar como natural de Chaves, escrevi uma carta a solicitar informações. Quem me respondeu foi o Director Sr Dr Mário Carneiro, a carta foi escrita com o seu próprio punho, com uma delicadeza a expor condições para utilização das Termas, enviando-me inclusivé indicações quanto a locais onde podia ficar hospedado caso tivesse necessidade. Passei a ser utilizador habitual das Termas a minha saúde tem agradecido e o responsável foi o SR Dr Mário Carneiro ao responder pessoalmente à minha carta. Chaves muito deve a este SENHOR


De Fernando Marques a 14 de Julho de 2008 às 22:22
05 de Julho de 2008. O Senhor Doutor MÁRIO CARNEIRO partiu com o Dever Cumprido e a saudade vai ficar nos nossos coraçõs para sempre. A sua vida foi um exemplo, não só para os seus conterrâneos, mas para toda a gente que com ele privou ou conviveu de mais perto. Sinto-me honrado por ele ter sido amigo de meus pais. Há 5 anos anos estive com ele em Portimão e à cerca de três encontrei-o em Lisboa na companhia de seu irmão Luis, falecido em 2006.
PAZ À SUA ALMA.

Fernando Marques


De Rui Carvalho a 27 de Julho de 2008 às 07:08
Foi com profundo pesar que acabei de saber que meu grande amigo Dr. Carneirinho faleceu no início deste mês. Pessoa de fala mansa e fácil, dono de uma oratória maravilhosa, tive o prazer de conviver com ele nos 21 anos que passei em Chaves desde meu nascimento, e, por inúmeras vezes, nos períodos em que, já vivendo no Brasil, passava as férias na terra natal. Fazia questão de visitá-lo em seu gabinete nas Caldas e ele sempre fazia questão de convidar-me para jantar. Nessa ocasiões, quase sempre na Lareira ou no Aprígio, ele contava suas histórias e eu, embevecido, ouvia e aprendia. Minha família sempre foi amiga do Dr. Mário Carneiro, ainda da época em que meu pai, Waldemar Carvalho, na época taxista, levava o Dr. Carneirinho pelas aldeias dessa nossa região, em estradas de terra, a bordo do Mercedes Benz 180D matrícula MT-34-17. Tenho imensas saudades desse tempo e passei horas conversando sobre isso com o Dr. Carneiro. Não sei se todo mundo sabe, mas alémd e rpofundo conhecedor da história de Chaves e da região, e de especialista em hodrologia médica, o Dr. Carneirinho era um exímio cantor de fados. Muitas vezes, em plena madrugada, já com uns copitos a mais, e lá no alto de S. Lourenço a apreciar a vista da cidade que tanto amava, ele começava a cantar e deiciava-nos, a mim e a meu pai, com sua prosa contagiante. Fico muito triste por não ter podido despedir-me desse grande homem, e espero que a cidade que ele tanto amou saiba fazer-lhe justiça. Deixo aqui, por impossibilidade de o fazer pessoalmente ou por outro meio, meus pêsames à família e congrego a todos os que, como eu, amam verdadeiramente essa linda cidade, que não deixemos que a política ou a fraca memória de nossa gente esqueçam da grande obra e do grande homem que esse flaviense foi. Que a cidade saiba homenageá-lo adequadamente. Por mais que se faça, Chaves jamais será a mesma, hoje estamos mais tristes. Que Deus o receba como merece.

Um forte abraço.


Comentar post

.Abril 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29
30


.Lumbudus

blog-logo

.posts recentes

. O Almanaque de “O Comérci...

. O Almanaque de Chaves, de...

. Tratado de Limites de Lis...

. Tratado de Limites de Lis...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Alberto Alves

. O livro “Azulejos da Egre...

. A Feira dos Santos

.arquivos

. Abril 2016

. Janeiro 2016

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.Links

.Crative Commons

Creative Commons License
Este Blogue e o seu conteúdo estão licenciados sob uma Licença Creative Commons.

.olhares desde 29-01-07

.Olhares on-line

online

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds