Sábado, 12 de Julho de 2008

Rua do Tabolado, 1961.

 

Estavamos no ano de 1961, um Senhor chamado José Correia, ou melhor, o popularíssimo "Lombudo", do qual só se  vê a sua sombra, resolve fotografar este quarteto mesmo em frente à sua oficina de bicicletes. Quarteto esse que vamos apresentar: esq/drt- Antunes ( que tinha uma oficina de bicicletes nao Campo da Fonte), Anibal Augusto Milhais* ( "Soldado Milhões"), José Lopes ( Neto do Fotógrafo) e José Ferreira ( tinha uma oficina de máquinas de costura nesta Rua).

 

 

Foto gentimente cedida por José Lopes, Neto do "Lombudo"

 

 

 * O Soldado Milhões

Nesta batalha a 2ª Divisão do CEP foi completamente desbaratada, sacrificando-se nela muitas vidas, entre os mortos, feridos, desaparecidos e capturados como prisioneiros de guerra. No meio do caos, distinguiram-se vários homens, anónimos na sua maior parte. Porém, um nome ficou para a História, deturpado, mas sempiterno: o Soldado Milhões.

De seu verdadeiro nome Aníbal Milhais, natural de Valongo, em Murça, viu-se sozinho na sua trincheira, apenas munido da sua menina, uma metralhadora Lewis, conhecida entre os lusos como a Luísa. Munido da coragem que só no campo de batalha é possível, enfrentou sozinho as colunas alemãs que se atravessaram no seu caminho, o que em último caso permitiu a retirada de vários soldados portugueses e ingleses para as posições defensivas da rectaguarda. Vagueando pelas trincheiras e campos, ora de ninguém ora ocupados pelos alemães, o Soldado Milhões continuou ainda a fazer fogo esporádico, para o qual se valeu de cunhetes de balas que foi encontrando pelo caminho. Quatro dias depois do início da batalha, foi encontrado por um médico escocês, que o salvou de morrer afogado num pântano.

Regressado a um acampamento português, um comandante saudou-o, dizendo o que ficaria para a História de Portugal, "Tu és Milhais, mas vales Milhões!". Foi o único soldado português da 1ª Guerra Mundial a ser condecorado com o Colar da Ordem da Torre e Espada, a mais alta condecoração portuguesa existente.

 

publicado por hpserra às 19:13
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De José Lopes a 14 de Julho de 2008 às 14:55
Boa tarde Chaves Antiga, obrigado pela publicação da foto. Um abraço. José Lopes


De milhais a 18 de Julho de 2008 às 17:40
(foi encontrado por um médico escocês, que o salvou de morrer afogado num pântano.)
Quem salvou o medico foi o milhões e nao o contrário
gostaria q emendassem

Obrigado
Carlos Milhais


De Bela Maria Milhais Ferreira a 15 de Agosto de 2008 às 15:23
Boa Tarde!
Fiquei deveras surpreendida ao veresta foto publicada!
Penso q/ José Lopes seja a mesma pessoa q/eu conhecia e com quem brincava à muitos anos atràs!
Pelo nome suponho q/ te lembrarás. És neto do Lombudo; A tua mãe é filha, e os teus avós moravam em frente aos meus, Verdade! É sempre bom relembrar pessoas q/ já não vemos à muitos anos;
Gostaria q/ me facultasses esta foto! Eu tenho uma contigo...
Com o meu mail ficava muito satisfeita q/ entrasses em contacto comigo!


Comentar post

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.Lumbudus

blog-logo

.posts recentes

. De “Almanaque de Chaves” ...

. A 2.ª publicação do “Alma...

. O Almanaque de “O Comérci...

. O Almanaque de Chaves, de...

. Tratado de Limites de Lis...

. Tratado de Limites de Lis...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Alberto Alves

.arquivos

. Novembro 2017

. Maio 2017

. Abril 2016

. Janeiro 2016

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.Links

.Crative Commons

Creative Commons License
Este Blogue e o seu conteúdo estão licenciados sob uma Licença Creative Commons.

.olhares desde 29-01-07

.Olhares on-line

online

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds