Domingo, 3 de Abril de 2011

Jardim Público, década de 1970.

 

Caros flavienses- Nós bem gostaríamos de não estar aqui de vez em quando a ser chatinhos, mas a verdade é esta, quando nos deparamos com imagens de espaços verdes com algumas décadas e comparamos com atualidade, a conclusão é quase sempre a mesma, ou seja, os referidos espaços são/estão quase sempre menos verdes, e quando dizemos isto não é em vão, porque as "peladas" são muitas e o Jardim Público é uma delas, e se alguem duvida, basta tirar uma foto neste mesmo local e compare. Não queremos tambem levar tudo ao extremo, que antigamente era/estava tudo melhor, o Jardim Publico estava mesmo a precisar de uma intervenção, mas com o acompanhamento de um biólogo e não apenas de "engenheiros-pólis".

publicado por hpserra às 08:39
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Fernando Reis a 4 de Abril de 2011 às 22:46
Boa noite.

Não podia concordar mais com a apreciação que faz do estado em que se encontra este espaço, com história, tradição e todo o carinho por parte dos utentes.

Este espaço, com a POLINAZISAÇÃO (criação do novo espaço ou Parque Urbano ou jardim qualquer coisa ... pólis é um nome feio demais para ser pronunciado por criancinhas, digo eu ...- e o termo inicial é ironia minha, claro está) foi completamente absorvido, relegado para segundo plano, como que de uma extensão se trata-se.

E isto está errado porque tirando o Jardim do Grande Hotel de Vidago, dificilmente encontraremos nas imediações um jardim tão antigo como este - o cedro-do-atlas que lá está (e que é património vegetal) tem mais de 300 anos (portantofoi plantado lá para meados do séc. XIX.

E só isto bastava para que todo o espaço tivesse outro tratamento.

algumas perguntas com (sem) resposta tipo "vamos lá ver o que se pode dizer ..."

- como foram adjudicadas as obras de "reparação"?
- a quem foram adjudicadas?
- quem controlou os trabalhos?
- que verbas estiveram envolvidas?
- quem é o responsável final por tudo isto?

Só deixo uma sugestão final: ele não necessita apenas de alguém que domine muito bem os aspectos biológicos dos seres vivos que concentra dentro de si (plantas, animais, pessoas, etc). Necessita sim, e urgentemente, de alguém (ou grupo de alguéns) que saiba perceber e conjugar história, biologia, arquitectura, estética, botânica, psicologia, geo-morfologia, arte, jardinagem, engenharia, ... ou seja, em suma, precisa de um ARQUITECTO PAISAGISTA, daqueles que passaram mesmo os anos de Universidade a construir uma licenciatura e não a ... lamber as botas de ninguém?

Ah, pois, e já me esquecia ... é que nem era preciso contratarem-me a mim que estou desempregado neste momento ... a Câmara Municipal já tem ... DOIS!

É o desabafo possível (e com o controlo suficiente para não desatar à asneirada) de alguém que passeou pelas alamedas, se sentou nos seus bancos, brincou à apanhada, patinou no ringue e assistiu ás disputas de bandas ... neste mesmo espaço - O JARDIM PÚBLICO.

Um abraço,

Fernando Reis, Engº Florestal (desde 1995) e Arquitecto Paisagista (desde 2008) e desde 2009 Associado nº999, com cotas regularizadas, da APAP - Associação Portuguesa dos Arquitectos Paisagistas.


De joao junqueira a 10 de Maio de 2011 às 10:56
Fiz centenas de kilómetros de treino no belissimo jardim publico, infelizmente hoje é uma sombra do que já foi. É importante escolher uma pessoa qualificada, mas para se ser qualificado não basta um canudo, é necessário ser competente, porque veêm-se intervençõs feitas por doutores que Deus me livre.


De Fernando Reis a 10 de Maio de 2011 às 23:09
João:

Por uma questão de principio, não podia concordar mais consigo.

Parece que tal "fenómeno" é transversal a todas as profissões.

Seja como for, o desejável seria mesmo ter" na linha da frente" alguém COMPETENTE e QUALIFICADO.

Já agora esclareço que, no meu caso, usei (e faço-o frequentemente) o conjunto de "medalhas" que coleccionei até ao momento, única e exclusivamente por uma questão de transparência e clareza na minha identificação enquanto autor responsável pelas palavras, comentários e opiniões emitidas nos parágrafos anteriores. Valem o que valem, mas são mesmo as minhas, obtidas com muito esforço e dedicação.


Um Abraço.


Comentar post

.Abril 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29
30


.Lumbudus

blog-logo

.posts recentes

. O Almanaque de “O Comérci...

. O Almanaque de Chaves, de...

. Tratado de Limites de Lis...

. Tratado de Limites de Lis...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Alberto Alves

. O livro “Azulejos da Egre...

. A Feira dos Santos

.arquivos

. Abril 2016

. Janeiro 2016

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.Links

.Crative Commons

Creative Commons License
Este Blogue e o seu conteúdo estão licenciados sob uma Licença Creative Commons.

.olhares desde 29-01-07

.Olhares on-line

online

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds