Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2005

Cheias de 1909. Jardim Público

baluarte.jpg
Outra das tais imagens que não chegou aos nossos dias nas melhores condições, mas é uma fotografia rara e bastante interessante, parte do baluarte seiscentista ainda lá se encontra, para os observadores menos dotados, só para terem uma ideia mais precisa da localização desta foto, mais ou menos à esquerda da imagem, encontra-se o Coreto, mas não sei o mesmo já existia, dado que o Jardim Público tería nesta altura 10 anos de existência, no máximo.
publicado por Fer.Ribeiro às 13:11
link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De HPombo a 21 de Dezembro de 2005 às 10:55
(Se não houvesse teimosos a blogofilia teria causas menos evidentes.)
Afinal se a georeferenciação feita pelo cartógrafo militar de XVII não foi substancialmente afectada pela deriva das placas tectónicas,o tal barco pode muito bem ser um iate de ocasião ao serviço da família Sotto Mayor, a qual não terá perdido a oportunidade de conseguir um momento mediático na 'LUX' e na 'CARAS'daqueles tempos diluvianos-pré-republicanos... Já agora, a minha ignorância gostaria de ser colmatada com a informação das datas de construção do palacete e do Jardim Público... 'por si acaso'...


De Fer.R a 21 de Dezembro de 2005 às 00:06
Antes de ir ao jardim para bater a foto pedida, se a foto for possível, pedia aos interessados que fizessem uma visita ao arquivo do Chaves Antiga, precisamente às publicações de 31 de Julho e de 9 de Maio, e talvez lá, já se encontrem algumas respostas. Acho eu!


De HP a 20 de Dezembro de 2005 às 18:15
A proposta do HS parece boa, porque prática, logo conclusiva.Mas será exequível? Pois sim, o barco é de madeira e parece não estar excedida a lotação prevista pelo construtor, o que não me parece, até pelas indumentárias diferenciadas dos marujos de água doce, é que de uma passeata turística se trate... E já agora, que estamos mais bloguistas que o blogue, levemos os considerandos até ao limite da teimosia - se o muro é o da quinta do dr. Castro, 'oh piqueno', como ele diria, porque não está submerso? Ou será de cota superior à actual cota do jardim, mais a espessura navegável da tolha de água? Ainda assim, vai lá tu Fernando, armado de olhos perclaros e um bom 'kodak' e apresenta-nos, a todos os que a distancia obriga a duvidar das evidencias, uma tese magistralmente conclusiva.


De humberto serra a 20 de Dezembro de 2005 às 15:25
Ó Fernando Ribeiro, tu como flaviense residente, vai lá ao Jardim Público, e tenta tirar uma foto deste local, para tirar as dúvidas a quem não está a "ver o filme".


De Francisco Rodrigues a 20 de Dezembro de 2005 às 13:42
Só queria perguntar uma coisa se for possivel alguém responder: Sendo isto o Jardim Público, como é possível que ao fundo se veja a Torre de Menage?
Não será este sítio o local onde foi construída a ponte Nova?


De FR a 20 de Dezembro de 2005 às 11:04
Como bom observador, quanto a mim o barco é de madeira, a remos com com capacidade pelo menos para 4 pessoas adultas.


De HPombo a 20 de Dezembro de 2005 às 10:55
Agora, é para mim óbvio, que se fosse a muralha da rua do Sol a vista da torre de menagem não podia ser aquela. E também é claro que o Jardim Público é posterior ao desaparecimento do revelim da Madalena. As vossas observações já me ajudaram a refazer um quadro que nenhum de nós podia ter visto, mas que nos podemos esforçar por redesenhar. Continuo a ficar questionativo quanto ao tipo de barco...


De FR a 20 de Dezembro de 2005 às 02:19
P.S. - O muro que se vê no lado esquerdo da foto, quanto a mim é o muro da antiga quinta do Dr. Castro, que fica e sempre ficou no alinhamento do castelo. Opinião minha.


De F.R. a 20 de Dezembro de 2005 às 02:16
Ora bem, cá vou eu. Não sou muito conhecedor de história, nem historiador, mas no que toca à História de Chaves vou-me interessando, no entanto acho que sou bom observador. Esta foto desde o primeiro momento que a ví que me deixou um bocado baralhado quanto a sua localização. Pois a meu ver esta foto foi tirada ainda antes da construção do jardim público, num dia de cheia do Tâmega (isso é notório)e junto ao antigo revelim então ali existente e demolido com a construção do Jardim Público. Para melhor nos localizarmos, acho que o actual coreto do Jardim está implantado (mais ou menos) em cima do antigo revelim, que viraria ou teria o seu baluarte (mais ou menos) na direcção da actual casa portuguesa. Acho eu! Pormenores à parte, é uma das fotos antigas de Chaves mais interessantes que conheço.


De humberto serra a 20 de Dezembro de 2005 às 00:08
O Tabolado e a rua do Sol, não são para aqui chamados, deixe-os lá estar do outro lado rio, a sua dúvida resulta do seguinte: a maioria dos flavienses desconhece a complexividade das muralhas seiscentistas(pós-1640), ver artigo no "ChavesAntiga" no arquivo Julho de 2005(Praça de Chaves pós-1640), na Madalena existia um baluarte para proteger a Ponte Romana, e o dito barco está mais ou menos aonde era o tal ringue de patinagem, estamos esclarecidos?


Comentar post

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.Lumbudus

blog-logo

.posts recentes

. A 2.ª publicação do “Alma...

. O Almanaque de “O Comérci...

. O Almanaque de Chaves, de...

. Tratado de Limites de Lis...

. Tratado de Limites de Lis...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Pelos 125 anos da Associa...

. Alberto Alves

. O livro “Azulejos da Egre...

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2016

. Janeiro 2016

. Abril 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.Links

.Crative Commons

Creative Commons License
Este Blogue e o seu conteúdo estão licenciados sob uma Licença Creative Commons.

.olhares desde 29-01-07

.Olhares on-line

online

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds